Realidade Binária

Os gametas, quando se unem para formar uma célula-ovo dentro da útero materno, começam uma conta similar aos números que tantos vemos no mundo da informática. Uma célula que se divide em duas, que se divide em quatro, que se divide em oito, que se divide em dezesseis e assim por diante:

2 0 = 1
2 1 = 2
2 3 = 4
2 4 = 8
2 5 = 16
2 6 = 32
2 7 = 64
2 8 = 128
2 9 = 256
2 10 = 512
2 11 = 1024
2 12 = 2048

O conjunto de 1024 bytes forma um Kilobyte;
o conjunto de 1024 Kilobytes forma um Megabyte;
o conjunto de 1024 Megabyte forma um Gigabyte;
o conjunto de 1024 Gigabyte forma um Terabyte;
(foi só até aí que aprendi na aulinha de informática dos idos 1993).

Por que cargas d’água haveria semelhança entre a embriogênese e o código binário?

Talvez porque, como na eletrônica, mãe da informática, a ausência e presença, traduzida por “zeros” e “uns” segue mesmos princípios que toda a natureza do reino animal e vegetal, ao se dividir, multiplicando por dois. Isso revelaria uma grande verdade sobre a dualidade das coisas… potência da vida…

Terminarei de ler o texto que encontrei sobre O Caminho do Meio, que me inspirou a refletir sobre essa idéia novamente.

Agradeço a minha colega Juliana Bahiense, por sempre me ajudar a ficar mais prática no Excell, para o dia-a-dia e os concursos da vida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: