Ora, vá plantar batatas!

VÁ PLANTAR BATATAS!

“A origem desta frase é portuguesa. Antigamente, em Portugal, país mais voltado às navegações e à pesca, a agricultura, conquanto fornecedora de alimentos básicos, era vítima de certo desdém. Algumas de suas culturas eram ainda mais depreciadas, como era o caso da batata, que demorou a entrar para a culinária portuguesa e brasileira. Era tida como alimento vulgar, e quem se dedicasse a plantar batatas estava se sujeitando a uma atividade desqualificada. A expressão aparece registrada em O povo português, obra do famoso poeta, folclorista e político lusitano Teófilo Braga (1843-1924), comentando a decadência das pequenas indústrias, ocasião em que trabalhadores qualificados, de repente sem emprego, foram aconselhados a plantar batata.” http://www.dicionarioinformal.com.br/v%C3%A1%20plantar%20batatas/

_____________________________________________________________________________

Eu sempre gostei de comer batatas, sejam assadas, fritas, cozidas, em purê, saladas, e já comi até cruas. Fazem me lembrar de minha avó Mafalda, se cozidas e acompanhadas de carne moída. O sabor tem o poder de transportar para o passado e o distante, em um segundo. A própria Medicina Chinesa, que tenho estudado nas aulas de Tui Ná, relaciona os órgãos do nosso corpo a sentimentos, estações do ano, cores e sabores, entre outras coisas.

No shopping, a franquia mais querida para mim é a Roasted Potato, que vem lá de Presidente Prudente (interior de SP), onde morei uns bons anos. E para onde ia, anualmente, para ver os parentes e comer minha batata assada recheada com estrogonofe para matar a saudade, até que um dia foi aberta aqui em Salvador uma franquia. Salve!

_____________________________________________________________________________

Mas, afinal, “o que é que a batata tem”? Antioxidante (anti envelhecimento), anticancerígena, antidepressiva, rica em fibras, vitamina C e todas as do complexo B, principalmente a B16, que atua na formação das células do organismo.

Dicas sobre o consumo da batata: “Os pratos mais saudáveis são os feitos com a batata cozida ou assada”, diz a nutricionista Márcia Vitolo, da Faculdade de Ciências Médicas de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. “O calor não destrói suas proteínas.” O comum é descascá-la antes do preparo, mas é na casca que mora a maior parte das fibras. Por outro lado, ela também guarda agrotóxicos, caso o produto não seja orgânico. “A batata está entre os quatro alimentos mais contaminados”, diz Vanderlí Marchiori. Para retirar ao menos parte do veneno, é bom escovar bem o tubérculo.”

(Fonte: http://saude.abril.com.br/edicoes/0278/nutricao/conteudo_179319.shtml)

_____________________________________________________________________________

Tá bom ou quer mais?

Foi então que um dia desses, uma amiga publicou no facebook um link sobre como plantar batatas orgânicas em casa com pouco espaço e como cultivar batatas em baldes, vaso ou no jardim (ler mais: http://www.vidasustentavel.net/modo-de-vida/kit-para-plantar-batata-caminho-da-auto-suficiencia-alimentar/).

Fiquei muito estimulada por vários motivos: sustentabilidade (conforme o artigo, na extrema escassez de alimentos vindoura, batata é um alimento de cultivo prático em pequenos espaços, o que viabiliza a sobrevivência independentemente do resto do planeta), preferência gustativa (como disse acima, adoro batatas), terapia e sociabilização (quando manipulamos terra e vegetais, somos úteis à natureza que é tão cara à nossa própria sobrevivência, sentimo-nos tão bem que deixamos de carecer de tantas coisas banais e venenosas que se tornaram comuns na atualidade, e então podemos presentear familiares e amigos com plantinhas que semeamos e cuidamos com nossas próprias mãos, enfim, é CURA).

O que você acha de plantarmos batatas em casa?

Vejam uma série de dicas sobre sustentabilidade alimentar neste link do site Vida Sustentável: http://www.vidasustentavel.net/?s=horta

Meu caro leitor: fica a dica para seu dia-a-dia: faça você mesmo, consuma menos produtos que não são biodegradáveis, reutilize e recicle com criatividade, separe seu lixo, produza alimentos em casa, dissemine essa ideia no seu trabalho e no seu condomínio.

Compartilhe suas experiências conosco também! Comente no espaço abaixo. Saúde e Paz.

___________________________________________________________________________________

Para fechar, veja o vídeo a seguir, que ensina a fazer um banquinho ou criado-mudo muito bonito e eficiente a partir de uma caixa de papelão.

http://www.vidasustentavel.net/reciclagem/faca-voce-mesmo-cadeira-e-criado-mudo-de-caixa-de-papelao/

___________________________________________________________________________________

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: