Incoerências

Poesio o sangue intenso
Da excitação
Do limite

Atraio e me traio
Arrependo-me
E reincido

Tanto cuidado para formar e manter
Num instante destruo
Deleto o predileto

Esvai sua presença
Agarro-me à lembrança

Escorrega sua alma da minha
Depois de tanto se beijarem…

LaUrA stefânia, textos recuperados

%d blogueiros gostam disto: